18 de dez de 2012

ASA



Esse alçar vôo
no compasso da emoção,
como se os pés
e os braços
fossem asas
ao sabor do som,
a música que embala
e impulsiona,
enlevo e encanto...

Dançam meus olhos,
bailarinos trôpegos,
ávidos de movimento,
de beleza e luz,
de eternizar a arte
divina e imortal
na ponta desses pés...

Luiz Carlos Amorim 
In Blog Crônicas do Dia 

Um comentário:

  1. Amei cada poesia. Amei o blog.
    Estou seguindo!
    Beijos
    MIRTHY
    sweet--hope.blogspot.com

    ResponderExcluir