15 de out de 2012

FLOR DA PAIXÃO



Sei agora
que a paixão
é azul e coroada
como o sangue e a cabeça
das rainhas. Que tem
nome de flor
e é ímpar. Porque,
se o não fosse,
não seria paixão.
Albano Martins,

de "Castália e Outros Poemas"

Nenhum comentário:

Postar um comentário