4 de jun de 2013

OS DEGRAUS DA VIDA



É uma escada em caracol
e que não tem corrimão.
Vai a caminho do Sol
mas nunca passa do chão.

Os degraus, quanto mais altos,
mais estragados estão.
Nem sustos, nem sobressaltos
servem sequer de lição.

Quem tem medo não a sobe
Quem tem sonhos também não.
Há quem chegue a deitar fora
o lastro do coração.

Sobe-se numa corrida.
Correm-se p'rigos em vão.
Adivinhaste: é a vida
a escada sem corrimão.


David Mourão-Ferreira,
in Antologia Poética

2 comentários:

  1. Vengo del blog de Poetisa da Paz y me ha encantado tu Rincón; por lo cual, si no te importa, me hago seguidor de tan bello Espacio, lleno de Magia que es el Tuyo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. você tem um ótimo blog ^ ^
    você quer seguir um ao outro?
    siga-me e me avise com um comentário
    e siga você também :))


    beijos
    http://lemonchicbeautyfashion.blogspot.it/

    ResponderExcluir