22 de mar de 2013

VISTO A VIDA



Visto-me com a saudade
verde dos teus olhos
e repouso no teu amor
que desdobra com calma sua trilha

Tenho-te no trânsito de olhos
sem destino,
num rosto que nada atinge
ou no tempo que em nós, eu vivo

Da tua alma singular
tenho a calma do amanhecer,
o sabor do reencontro
que aniquila tua ausência

Conceição Bentes

Nenhum comentário:

Postar um comentário