13 de nov de 2012

MANUEL BANDEIRA



E a vida
vai tecendo laços
quase impossíveis
de romper.
Tudo que amamos
são pedaços vivos
do nosso próprio ser.

Manuel Bandeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário