30 de ago de 2012

AMOR E ÓDIO



Amor, te odeio
pelo que me fazes sofrer,
te odeio
porque não paro
de te querer,
te odeio porque sofro,
e, vivo, morro,
te odeio porque
em ti naufrago
quando era de ti
que tinha de vir
o meu socorro.

Affonso Romano de Sant'Anna

Nenhum comentário:

Postar um comentário