10 de jun de 2012

SAUDAÇÃO DA SAUDADE



Minha saudade
saúda tua ida
mesmo sabendo
que uma vida
só é possível
noutra vida

Aqui, no reino
do escuro
e do silêncio
minha saudade
absurda e muda
procura às cegas
te trazer à luz

Ali, onde
nem mesmo você
sabe mais
talvez, enfim
nos espere
o esquecimento

Aí, ainda assim
minha saudade
te saúda
e se despede
de mim

Alice Ruiz


2 comentários:

  1. Querida Amália ! Amo também Alice Ruiz...Este poema é muito bonito...penso que foi uma homenagem a seu filho. Beijos !!!

    ResponderExcluir
  2. É verdade, Maria Luiza, você conhece muitíssimo
    o Paulo Leminski e a Alice Ruiz, um casal que fez história aqui em Curitiba!

    ResponderExcluir