18 de mai de 2012

Á MANEIRA DE...


À Maneira de…

A tua boca tem a frescura
das coisas desconhecidas.
Quando me beijas,
Não sei se sou sombra, flor
Ou a manhã que rompeu...

Isabel Meyrelles
In ‘Palavras Noturnas e Outros Poemas’

Nenhum comentário:

Postar um comentário