6 de mar de 2012

Fosse a pedra só...





[...]Fosse a pedra só, e seria desolação, deserto. Mas a vida cresceu sobre a pedra – e vieram os pássaros, as borboletas, as abelhas, os pequenos animais. Coitada da pedra! É inútil reclamar. A vida e a beleza crescem sobre ela, a despeito da sua mesmice pétrea. As sementes – frágeis - são mais fortes que a pedra – dura.

Rubem Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário