4 de jan de 2012

MEU CORAÇÃO


MEU CORAÇÃO

O triste coração que eu trago é tão velhinho
E tanto tem amado, e tem vivido tanto,
Que não suporta mais o fogo de um carinho,
Nem de outro coração o cálido quebranto.

Às vezes, alta noite, ouço-o chorar sozinho,
Do meu peito escondido ao último recanto,
Assim como quem sente a dor de algum espinho
Que o fere, e quer leni-la, ao afoga-la em pranto.

É ele! É o coração tristíssimo, que chora
De saudade de alguém, que o fez antegozar
Um grande, um santo amor, e que se foi embora.

E escuto-o palpitar, tão leve, que parece
Um ser que sente frio, e treme, a murmurar,
Num soluço infinito, os restos de uma prece...

Alceu Wamosy
In: Poesia e Prosa

3 comentários:

  1. Ahah coração maravilhoso, um poema divino!
    Com carinho
    Hana

    ResponderExcluir
  2. Belo poema, o do poeta Alceu Wamosy, "MEU CORAÇÃO", do que resultou uma boa opção de postagem.
    Obrigado pela visita.

    Um abraço.

    ResponderExcluir