23 de nov de 2010



Doce Amanhecer!

Seu nome, seu corpo, sua alma
Todos eles rimam em versos
que me embriagam
Que me fazem te compor
Redigir…
Te amar…
Para mim você é a legitima poesia
Que se faz em meus pensamentos
Inconsciente em meus desejos
De te descobrir em meus braços
E fazer de você a minha musa
Despida em meus versos
Que afloram estremecidos a alegria
Inesgotável dos desejos
Contidos a minha vontade
De quebrar o lacre de sua pureza
E misturar dentro de nós
A vida, o amor…

Sady Mac

Nenhum comentário:

Postar um comentário