10 de out de 2010



MINHAS RIMAS

Em um jogo de palavras,
União de sentimentos,
Versos paralelos, elos...
Eternizam-se momentos!

Um baú de emoções,
Escondido no porão...
Esquecido na memória,
Revelado num poema!

Ergo a taça das saudades,
Lanço um brinde ao espelho...
Lua cheia...madrugada...
Em silêncio... pensamentos!

Neste encontro por escrito,
Deste verso com o tempo...
Fragmentos tatuados,
Minhas rimas...eu invento!

Reggina Moon

3 comentários:

  1. Amiga, que poema tão doce, cheio de recordações e nostálgia, mas tão lindo.
    tenha um maravilhoso Domingo
    bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderExcluir
  2. Realmente lindo, Regina, esse brilho de saudade que nos faz construir uma ponte com o arco íris em busca do pote de ouro que se perdeu. Beijos

    ResponderExcluir
  3. É verdade doce, lindo...!

    Maravilhosa semana para todos...

    Beijos,
    Ana.

    ResponderExcluir