14 de out de 2010



Estou de passagem...

Esse mundo não é meu,
não é nosso, não é seu...
Quanto a mim?

Estou de passagem!
Não guardo rancores, magoas,
amores, dou um fim as minhas dores...
Procuro sempre me lembrar que;
estou de passagem por esse lugar...

Nada posso guardar, pois ,
bagagem não poderei levar.
Cheguei sozinho,
assim também partirei...

De onde vim, trago relapsos,
de lembranças, que desde criança,
estão comigo.

Pra onde de vou?
Só tenho esperança,
na fé que possuo, que faz-me sentir,
que é um lugar seguro,
onde finalmente, me sentirei em casa...

Valquíria Cordeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário