29 de set de 2010



MEU ANJO

Farei de ti meu anjo
E na brandura das tuas asas
Me aconchegarei
Quando o desanimo me fizer
Morada
Te contarei em tom suave os
Anseios que me invadem
E a ti pedirei...
Cuide para que a noite curiosa
Fique desnorteada e não conheça
Os mistérios da minha alma
Te farei revelações
E Tu me guardarás em todas as
Estações
Somente a Ti retirarei meu véu
Para que conheças minha face oculta
Porque Tu és a calma serena do céu
E sob o teu olhar cairei em repouso
Serei de Ti por inteira
Até que a brisa da manhã chegue
Sorrateira
E desvende nossos segredos.

Simplesmente Teresa

Nenhum comentário:

Postar um comentário