29 de ago de 2010

Recomeço



Não olho o que foi visto e esquecido,
do passado guardo a ausência do sentir
seguindo no tempo do amor
que foge do meu comando


Busquei sem descanso outras vindas
ou qualquer resposta de esperança
e quando algo surgir,
torne essa procura finda
acendendo o mundo em mim
num recomeço de paz


Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 29/08/10
Código do Texto: T2465909

Nenhum comentário:

Postar um comentário