17 de jul de 2010

A Memória


Não envenenem mais
o peso
das coisas sem idade.

Deixem-nas
amorosamente repousadas,
levemente esquecidas,
levemente lembradas

- um lago calmo
de águas densas e paradas.


Alberto Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário