7 de jul de 2010

Lábios!


Teus lábios inspiram
um doce efeito de felicidade
inesperada, tocando levemente
os sentidos eróticos.

Devaneios entre canções e poemas
compartilhados por amantes virtuosos.
Florescimento.
Chamas.
Por fim o amor coroado de louros
pelos deuses.

Teus lábios passaram por mim
pelo movimento da rua como
amores perdidos somem
pela distância dos momentos
eternizados.

Nelson Aharon

Nenhum comentário:

Postar um comentário