27 de jul de 2010

Jabuticaba


Jabuticaba

Saber o ser
Desvendar as senhas
Ligar às manhas
Beijar a boca
Desfazer os medos
Correr atrás
Agarrar às vezes
Falar besteira
Tatear as curvas
Puxar cabelos
Sorrir de frente
Morder pescoço
Jabuticaba
Carambola
Desenhar teu corpo
Em línguas tortas
Ser marginal
Com honestidade
Jurar amor
Tomar a chuva
Beber teus olhos
Provar o tempo
Perder sentido
Pitanga
Pêssego
Envolver nos braços
Cheirar o corpo
Lamber umbigo
Pegar as coxas
Rolar no chão
Soltar um grito
Fazer silêncio
Ouvir o amor
Morangos

Ulisses Reis ®
24/01/2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário