12 de mar de 2009

NA PRIMAVERA O AMOR SE TRANSVERBERA


NA PRIMAVERA O AMOR SE TRANSVERBERA
(Genaura Tormin)


A natureza se enflora,
Transmuda-se em cores,
Em versos, em amores.
Tudo fica florido,
Ensolarado, bonito!
Fica cheio de magia!
E o coração se enternece
Nos veios da poesia.

O riacho gorgoleja,
E os pássaros são os cantores,
Num concerto multicores,
Decantando a pureza,
Da vida que se multiplica,
Em berços na natureza.

O verde é esperança,
E eu corro feito criança,
Colher as flores em cacho,
Molhar os pés no riacho,
E ver o sol transverberado,
No arco-íris dourado
Grávido de tanta beleza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário