21 de mar de 2009

EXTRATO


EXTRATO
(Genaura Tormin)

Extrato

Sinto saudades!
Uma saudade própria,
Latejante,
Quente e profunda.

Uma saudade
Que se escancara em gritos,
Rasga dimensões,
Estampa cacos,
Cega os olhos,
Sufoca os sentidos,
Deixando o cérebro confuso,
Inerte,
Ensandecido.

E, no entanto
Há consciência
E o desejo se agiganta
Numa enorme vontade de viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário