8 de mar de 2009

EPITÁFIO

EPITÁFIO
(Genaura Tormin)

Um dia terei de viajar!
Restarão um lugar vazio,
E um silêncio à tua volta...
O meu corpo faltará na tua cama...
Como legado,
Deixo o meu coração,
No alfabeto da intuição.

No mapa da existência,
Estarão os meus rastros
Impregnados na estrada,
Que juntos percorremos.
Caí muitas vezes,
E se venci,
É porque segui as tuas pegadas.

Tu me amparaste
Quando as forças me faltaram.
Quero te ver sempre sorrindo,
Para sorrir contigo.
Ainda que a dor fira teu peito,
Guarda-me na saudade!

Ama-me no silêncio das madrugadas,
Na brisa que te afaga o rosto,
No solfejo do vento,
No refrulho da cascata,
No primeiro raio de sol...
Somos almas gêmeas.
Estaremos juntos na eternidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário