8 de mar de 2009

CÚMPLICES


CÚMPLICES
(Genaura Tormin)

Sócios somos
A cada amanhecer,
A cada noite que se finda,
Adormecida no emaranhado
De nossas alegrias
Pela jornada da vida.

Nem sei quantas luas se passaram,
Nem por quantos verões
Dividimos o mesmo leito.
Mas posso dizer que o coração
Ainda se encanta no peito.

Deciframos os hieróglifos,
Os teoremas,
Estampados em cada sorriso,
Em cada olhar.
Fabricamos o nosso jeito de amar.
Somos cúmplices!
A interação dispensa o linguajar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário