5 de mar de 2009

Comentário


O poeta é um artesão de versos.
Encampa o "eu lírico" em todas as situações.
Canta o amor, a dor,
a vida e a morte...

O importante é cantar, jogar a lira,
transar bem no jogo das palavras,
embrulhadas nos sentimentos,
molhados, muitas vezes,
pela dor, pelo desalento.

Genaura Tormin
(Comentário no Recanto das Letras)

Nenhum comentário:

Postar um comentário