15 de mar de 2009

AO REGRESSO


AO REGRESSO
(Genaura Tormin)

Na volta
Não haverá sorrisos.
Em tiras,
O coração desfeito
A estampar o peito.

Simplesmente
Ficaremos trêmulos,
Parados,
E apenas
Daremos as mãos.

Ficamos no passado,
Plantados no jardim da casa
E nos bancos da praça.
Preitos do vagar do tempo
Somos,
Apenas,
Saudades

Mesmo assim,
Ainda que os outros
Não entendam,
Os olhos demonstrarão amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário